ALTERNATIVAS AO COURO NATURAL NA DECORAÇÃO

O couro natural é o único que pode ter a palavra “couro” em sua nomenclatura, segundo uma lei de 1965, pelo menos na hora de vender. Mas as alternativas se parecem muito com ele, podendo até superar suas qualidades quando usado no mobiliário.

Por que não usar o couro natural

O couro natural é basicamente a pele animal junto com alguns produtos químicos que o impedem de se decompor com o tempo. Ou seja, além de não ser um material sustentável, ele é obtido através da exploração animal, que é cruel e desnecessária. Esse ponto costuma ser descartado na hora da escolha, como se fosse preciso analisar apenas os aspectos finais de cada material. Mas a sua forma de produção é também parte das suas características.

E mesmo na hora de analisar apenas os resultados finais dos tecidos naturais e dos sintéticos, a qualidade dos sintéticos é pode até superar as vantagens do tecido vindo dos animais. Basta que seja um bom sintético.

O couro animal é mais caro do que os sintéticos, e isso dá a impressão de que ele tem mais qualidade. Além disso, antigamente os tecidos sintéticos que imitam couro eram realmente menos duráveis e agradáveis. Mas essa situação mudou com os anos, fazendo com que o couro natural atualmente seja apenas mais caro do que a alternativa sintética de boa qualidade.

O importante então é apenas escolher o tecido sintético correto, com textura mais agradável e maior durabilidade. Para isso é importante conhecer cada tipo.

Tipos de tecidos sintéticos que imitam couro

A principal vantagem do couro é sua impermeabilidade e facilidade de limpeza. Embora não seja totalmente impermeável, ele absorve os líquidos menos rapidamente do que os outros tecidos. E essa característica está presente em qualquer tecido sintético que imite o couro, mesmo os mais simples.

O que varia de um tecido sintético para o outro é a sua maleabilidade, a durabilidade, o conforto térmico e a textura, que pode ser mais ou menos agradável ao toque. Esses fatores variam de acordo com o tipo de tecido e também de acordo com a marca.

Alguns tipos de tecido sintético que imitam couro são:

  • PU ou poliuretano

móveis de couro sintético poliuretano (PU)Veja móveis com tecido sintético de poliuretano na loja.

A aparência e textura do tecido sintético feito basicamente de poliuretano é a que mais se assemelha ao couro. Essa característica faz com que inclusive outros tipos de tecidos sintéticos recebam uma camada de poliuretano na superfície para ficarem mais flexíveis e agradáveis ao toque. Tem uma base feita de sarja, que fica por baixo do material que parece couro. Para preservá-lo são importantes alguns cuidados de manutenção, assim como o couro natural também precisaria.

  • Corino

móveis de couro sintético corinoVeja móveis com tecido sintético corino na loja.

O corino é um dos mais baratos entre os tecidos que parecem couro, e mesmo assim com boa durabilidade. O tecido de base do corino é de algodão, e ele mesmo é composto por 70% PVC, 25% poliéster e 5% de poliuretano. O corino do tipo náutico pode ser exposto ao sol e à chuva. Tem também uma grande diversidade de cores e texturas, assim como o PU, e pode ser de diferentes espessuras.  O Corano é uma das marcas de corino de boa qualidade.

  • Courvin

móveis de couro sintético courvinVeja móveis com tecido sintético courvin na loja.

O courvin é menos maleável do que o poliuretano ou o corino, mas em compensação é o mais durável e também o mais resistente. Ele é feito com PVC, tem espessura maior e acabamento com um pouco mais de brilho. Sua base pode ser de sarja, algodão ou nylon. O tecido conhecido como Kouríssimo é na verdade uma marca de courvin, também de boa qualidade.

E o couro ecológico, o que é?

É muito comum a confusão entre os termos sintético e ecológico quando se fala de um tecido que imita couro. Muitas vezes os sintéticos são chamados de ecológicos, pelo fato do couro natural não ser ecológico, graças à presença de materiais agressivos em sua composição, como o cromo. Mas o tecido realmente ecológico é na verdade um terceiro tipo, feito a partir da seringueira.

Limpeza e manutenção do tecido sintético

Para limpar os tecidos basta usar um pano umedecido, e secar o excesso caso seja preciso. É um dos tecidos de mais fácil manutenção, pois não tende a absorver sujeira. Só não devem ser usados produtos químicos, pois eles podem manchar ou corroer a superfície.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *