IDEIAS PARA O FORRO DOS AMBIENTES

O forro pode criar diversos efeitos na decoração, incrementação a iluminação, gerando sensação intimista ou até ajudando a delimitar os espaços.

Altura do forro

O forro baixo cria sensação mais intimista e acolhedora, enquanto o forro alto dá sensação de espaço e liberdade. A altura mínima ideal do forro é de 2,50m, para não ficar baixo demais.

Forro reto ou inclinado

O forro inclinado pode existir quando a cobertura da casa é inclinada e não existe laje ou forro reto abaixo dessa cobertura, que fica então aparente. Essa é uma solução mais econômica, já que evita o uso desnecessário de materiais, e ainda ajuda a criar sensação ampla. O único inconveniente é que os pontos de instalação de luminária ficam mais afastados do chão. Para resolver esse problema, podem ser instaladas luminárias pendentes, que ficam retas e com as lâmpadas afastadas do forro, ou então fazer a iluminação só nas paredes e com abajures e luminárias de piso.

forro 6

Forro como divisor de espaços

O forro pode ajudar a delimitar espaços que não tenham paredes ou divisórias entre eles, pois a simples diferença de altura de uma área para outra gera um efeito de que algo mudou quando se passa de uma para a outra.

Forro que destaca objetos

O forro rebaixado em volta de um objeto ou ambiente ou então rebaixado sobre ele ajuda a realçar sua existência. O rebaixo em volta do objeto ou de um ambiente chama a atenção por ser uma espécie de moldura, enquanto o rebaixo faz um contraponto no teto que reforça a presença daquele objeto ou região dentro do espaço.

forro 5

Forro que chama atenção para o alto

Qualquer informação no teto ou no forro ajuda a chamar a atenção para cima, ao invés de deixar a percepção focada apenas nos móveis e nas paredes. Isso deixa os ambientes mais dinâmicos e interessantes, e é um recurso muito importante em ambientes mais altos, para deixá-los com visual mais proporcional e valorizar sua altura.

Efeitos de iluminação no forro

Um dos principais motivos de fazer um forro nos ambientes ao invés de deixar apenas a laje é que o forro pode criar efeitos de iluminação, deixando as lâmpadas ou luminárias embutidas. A iluminação embutida dá uma sensação mais acolhedora e aconchegante à decoração, já que evita o ofuscamento da vista pela visão direta do foco de luz.

  • Pequenos rasgos no forro

Para embutir a iluminação no forro, podem ser feitos pequenos rasgos, como se fossem luminárias. Esses rasgos podem ficar abertos ou fechados com vidro. A vantagem é que esses rasgos dispensam o uso de luminárias, e iluminam áreas maiores.

forro 1

  • Rebaixos no teto com iluminação lateral

Os rebaixos no forro podem ser feitos no meio dos ambientes ou nas laterais, criando o desenho que se quiser. Em qualquer um desses casos, suas laterais podem ficar abertas ou fechadas, sendo que as laterais abertas criam um efeito mais leve, como se o forro estivesse solto, voando. Além disso, as laterais abertas podem ter iluminação embutida, chamando ainda mais atenção para o rebaixo. Essa iluminação pode ser feita com lâmpadas fluorescentes tubulares para ficarem mais fortes ou então com fitas de led para ficarem mais contínuas, já que as fitas podem ser mais compridas do que as lâmpadas, permitindo a luminosidade sem interrupções. (Ver também: “Como Fazer Iluminação Embutida com Fitas de Led“)

forro 2

  • Rebaixos com spots embutidos

Outra possibilidade para embutir a iluminação no teto é usar luminárias do tipo spot, com lâmpadas fluorescentes ou led. Esse tipo de iluminação deixa a luz mais focada, especialmente quando a lâmpada usada é a led. É uma boa solução para destacar objetos, como móveis ou quadros na parede.

forro 3

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *