mdf mdp

MDF E MDP – CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS

MDF e MDP são as siglas para “Medium Density Fiber board” (Chapas de Fibras de Média Densidade) e “Medium Density Particle board” (Chapas de Partículas de Média Densidade), respectivamente. Então a diferença básica entre os dois materiais é que um é feito de fibras e outro de partículas de madeira. Mas o que isso significa, na prática?

Para começar, o MDF e o MDP têm características em comum, por serem ambos materiais industrializados, feitos a partir da madeira. Os dois são resistentes a pragas naturais, como cupins, e os dois têm chapas de espessura variável, de cerca de 1,5cm até 4cm ou mais. E como a parte similar do nome diz, os dois têm “média densidade”. Ou seja, a resistência é parecida.

As diferenças resultantes do fato de um ser partícula e do outro ser de fibra têm a ver com o tipo de uso ideal para cada um deles e também com a reação ao contato com a água:

O MDF é composto por fibras, que parecem pequenos fios de madeira, agrupados em camadas. Isso faz com que sua superfície seja mais lisa do que a do MDP, que, por ser um aglomerado de partículas, fica um pouco mais poroso. É por isso que o MDF é mais indicado para móveis que precisam receber pintura, ou então para ser recortado e ganhar formas diferenciadas, como curvas e outros desenhos, já que é mais plástico do que o MDP.

Isso não significa que o MDP seja menos resistente. Na verdade, para a fixação de parafusos, por exemplo, o MDP é mais eficiente do que o MDF, pois sua composição garante maior facilidade na perfuração, além de maior estabilidade para segurar o prego ou o parafuso depois de instalado.

Em relação ao contato com a água, na verdade nenhum dos dois oferece muita resistência, porém os efeitos são diferentes. Quando fica úmido, o MDP incha, enquanto o MDF começa a descamar.

Outra confusão que costuma acontecer é confundir o MDP com aglomerados comuns. A base da composição é similar, mas o MDP tem densidade maior, portanto é mais resistente. O meio das placas de MDP são menos densos, mas nas partes mais próximas da superfície as partículas ficam mais próximas, deixando assim o material mais firme.

O MDF e o MDP são então materiais muito similares, sendo inclusive possível usar os dois no mesmo móvel, fazendo a parte mais reta e estrutural com MDP e as portas, se forem trabalhadas, em MDF. Muitos usam apenas o MDF, porém essa escolha deixa o móvel um pouco mais caro, embora seja ainda uma escolha econômica.

Clique aqui para conhecer o curso online “Seja Você o Marceneiro que Precisa”, e aprenda a fazer você mesmo os seus móveis, para gastar muito menos, ou comece seu próprio negócio.



Quer receber nossas dicas por e-mail?

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>