dividir ambientes - studio met architects capa

MÓVEIS PARA DIVIDIR AMBIENTES

Existem várias formas de dividir ambientes, de acordo com o grau de privacidade desejado. Podem ser usadas paredes ou divisórias fechadas, paredes vazadas, persianas ou então móveis.

Os móveis podem ser usados para dividir ambientes de maneira total ou parcial, dependendo do tamanho da peça. Para serem usados para dividir os espaços eles apenas têm que ser bem acabados em todos os lados, não só na frente.

Vantagens de usar móveis para dividir ambientes
  • Aproveitar o espaço – A grande vantagem de usar móveis para dividir ambientes é que essa solução aproveita melhor o espaço, armazenando objetos além de simplesmente servir como divisória.
  • Economia – Caso esse móvel seja necessário de qualquer forma, colocá-lo no local de divisão dos espaços acaba dispensando a necessidade de fazer uma parede, o que reduz gastos e também ocupa menos espaço.

dividir ambientes - studio met architectsImagem: Studio Met Architects 

Como dividir ambientes com móveis

Para dividir ambientes totalmente podem ser usados armários sob medida, deixando o vão que sobra para colocar uma porta. Essa solução pode ser menos eficiente do que uma parede, dependendo dos materiais utilizados, mas isso pode ser resolvido com o uso de dois móveis encostados um no outro, compartilhando o fundo. Isso faz com que o som passe de um ambiente para outro com mais dificuldade.

Para dividir ambientes parcialmente existem inúmeras opções, desde móveis maiores, como estantes, até peças menores, como aparadores, sofás e cadeiras. As estantes semi-abertas, com uma parte aberta e outra fechada, por exemplo, dividem um pouco mais os espaços, garantindo certa privacidade, enquanto móveis mais baixos servem apenas para delimitar a circulação, como sofás em uma sala com vários ambientes.

dividir ambientes com sofáImagem: Pixabay

O ideal é usar móveis que não tenham frente e fundo definidos, ou que pelo menos tenham fundo bem acabado, que não pareça ser apenas um fundo. Isso vale inclusive para sofás, que algumas vezes são muito retos na parte de trás e outras vezes têm um visual mais leve e interessante na parte de trás, mais agradável de se olhar.

Veja alguns exemplos de móveis para dividir ambientes:

- Estante divisória vazada, para dividir ambientes parcialmente mas criando uma limitação de visão razoável e um efeito interessante. O fundo da estante pode ser usada como painel de TV ou ficar sem nada.

estante divisória mudançaClique para ver a estante na loja.

- Estante baixa com prateleiras, serve para guardar objetos em geral ou plantas, e fica legal para dividir ambientes por não ter frente e fundo definidos.

estante 3 prateleirasClique para ver o móvel na loja.

- Biombo com elásticos, para dividir visualmente os ambientes e ao mesmo tempo funcionar como painel de fotos.

biombo elásticoClique para ver o biombo na loja.

- Estante semi-aberta e semi-fechada, que pode ser agrupada para bloquear um pouco mais a visão entre os ambientes. Nessa composição, uma das peças pode ficar com fundo virado para o lado e na peça do lado para o outro, criando um efeito dinâmico.

estante duna cerezoClique para ver a estante na loja.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>