inside-apartment-design-home-4703-capa

PISOS E REVESTIMENTOS ECONÔMICOS

Na hora de fazer o acabamento da construção, como pisos e revestimentos de parede, a diferença de custos pode ser imensa dependendo do material escolhido.

Como valorizar os revestimentos

Mas a solução não é optar por materiais de baixa qualidade ou aparência ruim. O truque é misturar materiais baratos e rústicos, como tijolos e cimento, com outros mais elegantes, como porcelanato, metais e outros que tenham brilho e visual mais limpo, além de usar linhas retas e com poucos detalhes, para manter o visual clean.

Assim a ambientação fica equilibrada e valorizada, com os materiais mais rústicos ganhando apelo descolado ao invés de fazerem parecer que os espaços são muito antigos ou mal acabados.

revestimento econômico

O cimento ou concreto são opções baratas e eficientes para as paredes, para o piso e até para as bancadas, se forem bem executados.

Paredes sem revestimento

Para economizar ainda mais, o ideal é que as paredes não recebam revestimento, e sim que fiquem com o material de sua composição aparente. Assim, ao invés de cobrir uma parede com revestimento de tijolos, é mais prático e barato que ela seja feita com tijolos ou blocos que fiquem aparentes. Para isso é preciso que eles sejam assentados com cuidado, para que a massa entre eles não fique aparente, se existir. (Ver também: “Tijolo Ecológico” e “Massas de Assentamento Ecológicas“)

revestimento tijolo aparenteCasa em Tijolo Ecológico Aparente – Imagem: Tilego

Solução econômica para pisos externos

Para pisos externos, outra alternativa econômica para os pisos é intercalar placas ou áreas de cimento, grama ou madeira com brita ou argila expandida, formando caminhos ou delimitando áreas.

QUINTAL 4

Fica visualmente agradável e o custo das pedrinhas é bem baixo.

1572310

Essa solução, além de econômica e fácil de fazer, ainda mantém o piso permeável, evitando a formação de poças mesmo sem ralos ou tubulação de qualquer tipo.


Clique aqui para conhecer o e-book “Construir Barato”, que mostra como reduzir os gastos da obra em até 20% sem prejudicar a qualidade e o resultado final da construção.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>