TIJOLO ECOLÓGICO

O tijolo ecológico é também conhecido como tijolo de solo-cimento, pois é feito a partir da mistura de terra, cimento, areia e aditivos, que são prensados em uma máquina específica para essa finalidade.

Ele é chamado de ecológico por esse processo de fabricação, que não envolve a queima – e consequente liberação de CO2 – como nos tijolos de cerâmica, e também porque sua utilização dispensa o uso de vigas e pilares, constituindo um sistema auto-portante. Isso evita o desperdício de material como as fôrmas de madeira que são usadas para criar os pilares.

Outra vantagem é a possibilidade de passar a tubulação de elétrica e hidráulica conforme a parede vai sendo montada, sem quebradeira, o que otimiza o tempo, o custo e novamente o gasto de material.

Depois de prontas, as paredes podem receber apenas verniz para proteção, deixando os tijolos aparentes, ou então receber acabamento com massa e qualquer tipo de revestimento, como pintura ou cerâmica. O tijolo pode também receber pintura sem aplicação de massa, deixando a textura aparente. Essa possibilidade de deixar o tijolo aparente reduz os gastos com revestimentos, ajudando a fazer com que este seja um sistema mais econômico.

tij ecologico2Imagem: Tilego

O fato de ser mais barato, neste caso, não significa que o sistema tenha menor qualidade. Na verdade é o contrário, já que o conforto térmico e acústico é melhor do que o dos tijolos comuns, de cerâmica ou de concreto.

É importante, no entanto, que a execução seja feita por mão-de-obra especializada, para que as paredes fiquem realmente niveladas e alinhadas.

Imagens: Tilego

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

3 thoughts on “TIJOLO ECOLÓGICO”

  1. Oi. Pretendo construir uma casa de 2 andares com aprox. 150m2 em Nova Friburgo -RJ. Por ser uma região muito úmida me disseram que o tijolo ecológico não é indicado. Isto procede? Onde comprar tijolo ecologico nesta região, de fornecedor idôneo?

    1. Olá, Mônica! Até onde eu saiba, o tijolo ecológico bem feito é até melhor para evitar umidade nas paredes, pois as paredes “respiram” mais do que na alvenaria comum. Mas se a região é úmida, a dificuldade a que eles podem estar se referindo seria na fabricação do tijolo, caso ela seja feita com o próprio solo do local. Existem máquinas com matriz aquecida, desenvolvidas especialmente para atender aspectos físicos dos tijolos em regiões muito úmidas ou onde o solo é argiloso, justamente porque os tijolos muito úmidos podem ficar moles demais. Mas é possível também trazer os tijolos de outro local, feitos com solo menos úmido/argiloso. E se as paredes ficarem em contato com o solo, o que nunca é indicado, é preciso aplicar impermeabilizantes, assim como seria preciso fazer em paredes de qualquer outro material. Abraços e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *