COMO DEIXAR A BAGUNÇA ORGANIZADA

A bagunça na decoração é basicamente quando se tem uma grande quantidade de informações visuais dentro do ambiente, normalmente causada pelos acessórios ou pela variedade de cores.

Existem algumas situações em que essa bagunça pode ser inevitável, como em locais que tenham uma grande quantidade de objetos que precisem ser guardados em prateleiras, por exemplo, ou até mesmo desejada,  para evitar a monotonia das cores e formas muito homogêneas, todas combinando de maneira perfeitamente óbvia e ordenada. Isso tem muito a ver com questões subjetivas, de gosto pessoal.

Nesses casos, existem alguns truques que podemos usar para criar o que costumo chamar de “bagunça organizada”, porque a diversidade de informações continua presente, mas sem causar sensação de caos ou de falta de harmonia, que pode incomodar mesmo os que gostam de uma decoração mais irreverente.

– Manter a lógica no todo

Mesmo se existirem muitos objetos no ambiente, é importante manter o equilíbrio e um certo sentido no espaço como um todo. Para isso, basta tomar o cuidado de espalhar as cores e informações de um jeito mais ou menos homogêneo, para não deixar um lado parecendo que não tem nada a ver com o outro. Se existir uma grande parede colorida em um canto da sala, por exemplo, é legal usar peças da mesma cor na ponta oposta da sala, como em luminárias ou almofadas, que podem estar sozinhas ou misturadas com outras cores também, mas que só por estarem ali já criam uma sensação de integração com a parede, fazendo um contraponto.

– Concentrar os objetos expostos

É fundamental pensar também em concentrar os objetos muito pequenos que vão ficar expostos. Isso pode ser feito com estantes abertas, agrupamento de prateleiras ou então com o uso de caixas e painéis.

– Manter alguns pontos com menos informações

Alguns pontos do ambiente precisam ficar com menos informações, para dar uma espécie de descanso para a vista, e assim se tem mais liberdade para “bagunçar” um pedaço ou outro.

JANTAR4Mistura de várias cores que parece aleatória mas não é.

– Misturas ousadas porém coordenadas

Ao misturar vários estilos ou cores, o resultado pode ser um desastre ou então pode deixar a ambientação mais rica em informações. O que vai determinar o que acontece é o critério na hora de fazer a mistura. Se for feita uma mistura aleatória, a coisa não fica legal, porque as peças ou cores se perdem no ambiente, ficam pesadas demais, brigando entre si, ou então simplesmente incomodando pela sensação de caos, de excesso de lugares e coisas para olhar. Para que isso não aconteça, os pontos-chave a se considerar são o destaque de cada elemento, a hierarquia de informações e até um certo sentido nas combinações, como cores que parecem escolhidas aleatoriamente mas que na verdade formam uma composição equilibrada, com alguns tons mais fortes e outros mais suaves, algumas estampadas e outras lisas, por exemplo. (Ver também: “Como Misturar Cores de Maneira Equilibrada“)

Com tudo isso, o que poderia criar sensação de desconforto, consciente ou inconscientemente, se transforma no charme do ambiente.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *