COMO DIVIDIR OS AMBIENTES SEM PAREDES

Dividir parcialmente os ambientes é interessante para não perder a sensação de amplitude e ao mesmo tempo criar uma certa separação entre ambientes em que não se queira que exista livre circulação ou visibilidade mas que não precisem ficar totalmente isolados um do outro.

Normalmente essas divisões são mais práticas e econômicas do que fechar com paredes, principalmente quando os ambientes já estão prontos, com piso e rodapé colocados, e paredes pintadas, já que a nova parede faria muita sujeira e exigiria muita mão-de-obra, inclusive para a repintura do local e a colocação de rodapés iguais aos existentes.

A simples presença de algo na linha divisória entre os espaços já puxa a atenção para si ao invés do que está atrás dela, e com isso a sensação de separação é criada mesmo se ainda existir alguma ou até muita visibilidade. Algumas formas de dividir os ambientes sem usar paredes são:

– Blocos vazados ou translúcidos

Também conhecidos como cobogós, os blocos vazados são uma boa opção quando se quer uma divisão rígida, estável, e mesmo assim leve, permitindo a visão entre dois ambientes e a passagem de luz e ventilação. Já os blocos de vidro diminuem mais a visibilidade, embora impeçam também a circulação do ar. (Veja também: “Paredes Vazadas para Dividir sem Fechar“)

dividir sem paredes 1

– Cortinas ou persianas

Uma alternativa muito leve, econômica e versátil é utilizar persianas ou cortinas para separar os ambientes. Ela é fácil de ser instalada, pode ser mais barata do que os blocos, dependendo do modelo e material, pode ser de qualquer tamanho contanto que a altura não seja muito grande e podem também ficar abertas quando se desejar. Se a intenção for liberar o espaço totalmente quando as persianas estiverem abertas, o ideal é usar rolôs, que se abrem para cima, e se for interessante manter certa visibilidade mesmo quando ela estiver fechada podem ser usadas persianas verticais, que podem ficar com as tiras alinhadas e fechadas ou então em paralelo com vãos entre si, ou qualquer outro modelo com tecido translúcido. Podem ser colocadas no teto em praticamente em qualquer local, contanto que não seja no forro de gesso e sim diretamente na laje.

dividir sem paredes 2

– Divisões com móveis

Dividir os ambientes com móveis é uma boa opção para economizar espaço, já que elimina a espessura da parede, e é uma das mais cheias de possibilidades. Podem ser feitas estantes abertas, fechadas, semi-abertas, armários de várias formas, encostados ou afastados da parede, de acordo com o que se desejar em termos de funcionalidade, estética e gastos financeiros. Para economizar mais, é possível usar móveis soltos, ou então investir em móveis sob medida que se encaixem perfeitamente no vão  e tenham formas e funções mais específicas. (Ver também: “Quando Usar Móveis Prontos ou Sob Medida“)

dividir sem paredes 3

– Painéis e treliças

Outra solução é usar painéis soltos, que podem ser fechados ou então vazados, como treliças. É uma opção que pode ser muito econômica, dependendo do painel utilizado, e que para ser fixada depende apenas de uma corda ou fio de nylon preso a duas paredes laterais, onde os painéis ficam encostados na parte de cima, além de pinos no chão para segurar a parte de baixo.

dividir sem paredes 4

Dependendo do valor que puder ser investido e do grau de fechamento desejado, podem ser usados modelos com maior ou menor visibilidade, e de diversos materiais, que podem ficar encostados uns nos outros ou com espaços entre si, criando efeitos visuais bem variados.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *