DICAS PARA DISTRIBUIR OS MÓVEIS NO AMBIENTE

A maneira de distribuir os móveis no espaço pode fazer toda a diferença na funcionalidade e na valorização dos ambientes.

Os mesmos móveis podem funcionar muito melhor se forem bem organizados. Veja algumas que podem ajudar na hora de decidir onde colocar cada peça:

– Utilize a área central, não só as paredes

Uma tendência muito comum é distribuir os móveis apenas nas paredes, imaginando o que vai em cada uma delas. Mas esse é um jeito parcial de pensar na distribuição dos móveis,  já que em muitos casos acaba sobrando uma área vazia no meio do espaço que poderia ser melhor aproveitada. É importante então pensar no ambiente com base na área de piso disponível, encostando os móveis na parede apenas quando for a opção mais adequada, não obrigatoriamente.

– Setorize os ambientes

Os espaços ficam mais organizados quando as suas funções ficam mais claras e bem definidas. Isso acontece porque o mobiliário fica menos perdido pelo espaço,  sem integração ou sentido. Em ambientes com mais de uma função,  portanto, é interessante separar os cantos de forma sutil, mesmo que seja sem interrupções na circulação. Para fazer isso podem ser usados tapetes, forros de diferentes alturas ou então os móveis podem ser agrupados em conjuntos diferentes, demarcando os diferentes cantos dentro do mesmo ambiente.

– Evite cantos perdidos

Alguns espaços podem ficar mal aproveitados, especialmente quando usamos móveis soltos ao invés de móveis sob medida (Ver também: “Quando usar móveis soltos ou sob medida“). Isso porque tendemos a centralizar os móveis em relação às paredes, e quando as medidas não são iguais mas também não são tão diferentes acabam sobrando aqueles cantinhos perdidos nas laterais, que não servem para nada. Para aproveitar melhor o espaço,  o melhor é optar por móveis sob medida, escolher móveis soltos com tamanhos que se encaixem melhor ou, em alguns casos, simplesmente redistribuir os móveis de maneira a evitar essas pequenas áreas inúteis.

– Mantenha a proporção

Além de usar móveis com tamanho proporcional ao tamanho do ambiente,  é importante também manter a proporção na hora de distribuir o mobiliário,  sem áreas muito cheias e outras muito vazias. Distribuir os móveis proporcionalmente ajuda a manter o ambiente agradável e melhor aproveitado.

– Deixe a circulação livre

Para manter a funcionalidade dos espaços,  é essencial que não existam objetos no meio do caminho, obstruindo a passagem totalmente ou parcialmente, criando armadilhas batedoras de pernas ou de cabeças. E além de funcional, a circulação livre cria também sensação de amplitude, já que ao andar sem desviar de obstáculos a sensação é de muito mais conforto e fluidez.

Veja a importância de distribuir os móveis da melhor forma:
como distribuir os móveis

 A alteração de layout desta sala tirou a mesa de centro do caminho entre as duas portas, e também criou duas pequenas salas dentro do ambiente, uma com as cadeiras em um canto e outra com os sofás no canto oposto. Isso deixa a sala mais aconchegante, porque os assentos ficam mais próximos, garantindo um clima mais intimista, mais versátil, porque as saletas podem ser utilizadas separadamente ou em conjunto,  e também mais organizada, porque os móveis ficam mais integrados e sem cantos perdidos.

como distribuir os móveis

Esta sala, que estava com os móveis todos concentrados nas paredes, teve seu espaço central melhor aproveitado com a nova forma de distribuir os mesmos móveis. A lareira ficou melhor aproveitada, já que os assentos ficaram mais próximos a ela, e a sala ficou mais acolhedora e organizada, com as funções mais definidas e uma melhor proporção entre as áreas cheias e vazias.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *