DICAS PARA APROVEITAR PILARES INTERNOS

Os pilares internos podem ser um problema, ficando perdidos no ambiente ou no meio da passagem, ou então podem ser aproveitados como partido para a decoração dos espaços, como se sua presença tivesse sido intencional desde o começo.

PILARES INTERNOS

Eles podem ser trabalhados com revestimentos, como espelhos, papéis de parede, adesivos ou painéis, tornando-se elementos de destaque, ou então transformarem-se em parte de móveis. Dependendo do recurso e do material utilizado, eles podem ficar mais imponentes e chamativos, ou então fundir-se a outros elementos para ficarem menos perceptíveis. Tudo depende da intenção pretendida, mas de qualquer forma o uso dos pilares faz com que ele seja assumido dentro do ambiente, tirando assim a impressão de ser algo que não deveria estar ali.

Quando estiverem perto de alguma parede, podem ser aproveitados para a criação de estantes, podendo inclusive ser feito um novo pilar, sem função estrutural, para criar simetria se for o caso.

PILARES INTERNOS

Um pilar no meio do ambiente pode ficar escondido no meio de um móvel, como um armário que abriga a TV, por exemplo, servindo como divisa entre os ambientes.

PILARES INTERNOS

Mesmo se não ficar embutido no móvel, ele pode ainda marcar a divisão dos espaços, contanto que o mobiliário fique integrado a ele, criando uma composição única e integrada. Isso valoriza não só o pilar, mas também o próprio mobiliário.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *