MÓVEIS REAPROVEITADOS

Móveis reaproveitados são uma boa forma de economizar e de evitar desperdícios, transformando aquilo que poderia ir para o lixo em peças funcionais, bonitas e muitas vezes irreverentes.

Eles podem ser mantidos no estado que estiverem, conferindo assim um visual mais rústico, ou então serem restaurados e pintados, para ficarem como se fossem novos. Algumas vezes a restauração é suficiente para reaproveitar o móvel, que fica com uma nova roupagem, mas também é possível aproveitá-los para outras finalidades:

– Móveis feitos com portas ou janelas

As portas que sobram quando paredes são retiradas para integrar os ambientes ou simplesmente porque serão substituídas por outras podem ser aproveitadas para fazer tampos de mesas ou painéis, pois são basicamente grandes chapas de madeira.

móveis reaproveitados - portasImagem: Lushome

O mesmo acontece com as janelas, que ficam mais leves por terem vidro. E nos dois casos pode ser feito algum tipo de tratamento, como pintura e retirada dos acessórios, ou então assumir de vez que aquilo é um objeto reaproveitado mesmo, deixando a maçaneta ou fechadura exposta, para criar mais impacto e ficar mais irreverente.

móveis reaproveitadosImagem: Refresh Restyle

Quando a porta se transforma em painel, podem ser acrescidos elementos como espelhos, cabideiros ou prateleiras, por exemplo, criando um novo móvel como um aparador para o hall, uma penteadeira ou um bar.

– Máquinas de costura reaproveitadas

Máquinas de costura antigas são famosas pelo efeito que causam quando são reaproveitadas. A máquina é retirada e a base aproveitada, dando um toque clássico e antigo pra mesas ou até para bancadas de banheiro. Quando é usado um tampo fechado, o resultado final fica mais robusto e imponente, e com tampos de vidro a peça fica mais leve e delicada, chamando mais atenção para a base em si.

móveis reaproveitados - máquina de costuraImagem: Milideias (Pinterest)

– Estantes de escadas

Escadas velhas, daquele tipo que abre e forma um triângulo, podem se transformar em suportes de prateleiras, criando uma estante com desenho bem interessante. Tão interessante que existem até modelos prontos de estantes-escadas, vendidos em lojas, como essa aqui. Fazer a estante-escada em casa, com a escada reaproveitada, é mais econômico e sustentável, porém é preciso tomar cuidado para deixar as prateleiras niveladas, e para isso pode ser necessário ajustar a altura de alguns degraus, colocando calços.

escada estante mbEstante-escada pronta. Clique aqui para ver na loja.

A escada também pode ser colocada diretamente na parede, para apoiar livros ou outros objetos maiores que ficam apoiados nas laterais da escada e na parede. Para isso qualquer escada pode funcionar, mesmo as que não são do modelo de abrir.

escada estanteImagem: Lushome

– Móveis reaproveitados que viram caminhas para cães e gatos

Cães e gatos normalmente gostam de cantinhos cobertos ou que fiquem no alto. Por isso usar a mobília para encaixar caminhas, como mesas e armários com a frente retirada,  pode ser uma boa pedida, mesmo se forem peças que estão em uso. Veja aqui mais exemplos de móveis para pessoas e pets ao mesmo tempo.

móveis reaproveitadosImagem: Fine Craft Guild

– Estante de mesas reaproveitadas

Caixotes e nichos podem ser empilhados para formar uma estante. Isso não é segredo para ninguém. Mas outra possibilidade menos explorada e que também pode funcionar é empilhar mesas ou aparadores formando composições cheias de movimento.

estante de aparadores - dornobImagem: Dornob

É preciso tomar apenas o cuidado, claro, de não deixar alguns pés sem apoio, para evitar que a coisa toda desmorone, e também deixar todas as peças bem alinhadas na horizontal.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

6 comentários em “MÓVEIS REAPROVEITADOS”

  1. Olá Boa noite!
    Sou aluna de arquitetura , estou elaborando um artigo que envolve esse tipo de reaproveitamento de móveis de demolição poderiam me enviar mais informações sobre o assunto ou ate mesmo contato de pessoas que possuem um desses móveis em casa?
    O intuito seria uma entrevista para entender qual a importância no resgate da memória afetiva esses móveis trazem para o cliente.
    Aguardo retorno.

    1. Olá, Mari. Vou deixar sua solicitação exposta aqui no site para que pessoas que queiram lhe enviar essas informações e depoimentos possam entrar em contato. Abraços.

    2. \olá. Eu tenho um móvel em casa, um balcão antigo, que tinha uma parte em cima(não lembro o nome) a qual era um espaço no meio eom uma porta em cada lado . A parte de baixo, com 4 gavetas e 4 portas. O detalhe mais bonito é que, as portas, na beirada, a madeira é toda “martelada”, assim como nas gavetas e, dentro desta “moldura martelada” tem um couro, acolchoado, preso por taxões quadrados, o que torna o móvel lindo. Acontece que a “carcaça” está tomada de cupim, já tirei o tampo e coloquei um granito manchado de marrom. Agora estou com medo que venha tudo abaixo, pelo peso da pedra. As gavetas e portas, não tem cupim. As laterais e a parte traseira estão condenadas. Gostaria muito de recuperar, pois acho lindíssimo. A parte de cima já desmanchei e guardei as portas. Penso em fazer um aproveitamento das mesmas, só não sei como.

      1. Olá, Solange! O ideal seria apoiar a pedra de maneira independente, com suportes na parede ou de repente laterais de pedra, se possível, para garantir que não irá cair. E se a parte que está com cupim é justamente a parte que você gostaria de manter, pode valer fazer um tratamento, você já tentou? As portas que você já tirou podem virar muitas coisas, dependendo do tamanho, como tampos de mesa, prateleiras ou painéis. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *