QUAL CUBA E TORNEIRA USAR PARA MOLHAR MENOS A BANCADA

Questão: Gostaria de saber qual o tipo de torneira/cuba que molha menos a bancada do banheiro, a torneira que fica presa na cuba ou a torneira de bancada? Obrigada pela dica.”

Resposta:  A molhadeira na bancada depende principalmente do uso, ou seja, de como a água é manuseada por cada pessoa. Em relação ao tipo de torneira, não é tão importante onde ela está presa, e sim a distância do ponto de saída da água em relação à cuba. O ideal, para molhar menos a bancada, é que ela não esteja muito afastada, para que as mãos não fiquem totalmente fora da cuba quando em contato com a água, espirrando para todos os lados.

Se o ponto de água for muito afastado da cuba, é possível amenizar essa distância através do uso de torneiras com o bico voltado para baixo, que deixam o ponto de saída da água mais baixo do que o ponto de fixação da torneira. É importante tomar cuidado, no entanto, para não deixar a peça baixa demais, a ponto de fazer com que as mãos praticamente batam no fundo da cuba durante o uso, pois isso pode evitar a molhadeira mas fica extremamente desconfortável.

Cubas mais altas, independente do tipo (Ver também “Tipos de Cubas“), são também mais indicadas para preservar as bancadas, pois bloqueiam melhor a água que bate nas laterais.

torneira cuba de apoio mbClique aqui para ver cubas de banheiro na loja.

E a altura da bancada também pode fazer diferença, pois quando ela está muito baixa ou muito alta, o manuseio fica mais difícil, e a pessoa acaba fazendo mais bagunça na hora de mexer na água. Existem medidas padrões de altura para as bancadas (Ver “Altura das Bancadas“), mas de maneira geral o que importa é que a pia do banheiro ou a borda da cuba esteja a uma altura que permita seu uso com os braços levemente flexionados, ou seja, não completamente esticados nem dobrados demais, acima do umbigo por exemplo.

O posicionamento dos acessórios é também relevante, como toalhas e saboneteiras, pois quanto mais próximos estiverem da cuba,  mais evitarão a pingadeira das mãos sobre a bancada durante os movimentos para chegar até eles.

No final, um pouco de cuidado e atenção é sempre o recurso mais eficiente, mas essas medidas podem ajudar a amenizar o efeito de um uso mais espalhafatoso da pia do banheiro. A bancada agradece, especialmente se for de um material menos resistente à umidade, como madeira ou mdf, e além disso a manutenção fica mais fácil.

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *