porta-de-correr-capa-2-valley-wide-sliding-door

PORTA DE CORRER – TIPOS E QUANDO FAZER

Para fazer uma porta de correr no armário ou como acesso ou passagem de ambientes, é preciso saber quais os tipos de porta de correr existentes e algumas questões técnicas e funcionais:

Vantagens da porta de correr

A principal vantagem da porta de correr, especialmente nos armários, é que ela não ocupa muito espaço, já que fica rente ao armário ou à parede quando aberta. Isso é muito bom quando a área de circulação é pequena, e a pessoa ficaria no caminho da porta para manuseá-la-la se ela fosse de abrir para fora, por exemplo.

Outra vantagem é que ela não limita a movimentação da pessoa que está de frente para o armário quando aberta, o que também fica mais funcional, pois facilita o acesso ao interior do móvel, e cria sensação de espaço.

porta-de-correr-pe621-quadriculada-americanasPorta de correr – Clique para ver na loja.

Quando a porta de correr não é uma boa opção

Só não é possível optar por portas de correr quando não houver espaço para que elas fiquem abertas, seja na parede, no box ou no armário. É preciso que elas possam correr a mesma medida do vão livre, para que não fiquem no caminho quando abertas, obstruindo a passagem.

porta de correr etsyImagem: Etsy

Porta de correr externa ou interna ao armário

Em armários, as portas de correr podem ser externas ou internas. Isso significa que os trilhos podem ficar dentro do corpo do armário, embutidos, ou então podem avançar em relação às laterais e à base do móvel, deixando as laterais das portas aparentes. A diferença é que as portas internas ficam mais discretas, sem deixar à mostra o vão entre elas, mas ocupam espaço do armário. Já as portas externas ficam mais destacadas, e deixam o armário com profundidade final maior.

guarda-roupa-ipanema-madeiramadeiraClique para ver armários com porta de correr na loja.

Porta de correr sem trilho no chão

Portas de correr sem trilhos no chão deixam a passagem livre e com visual mais leve e integrado, já que o piso fica sem interrupções entre os ambientes. Mas para poder pendurar a porta no trilho superior é preciso ter algum lugar que aguente o peso da porta, já que nesse caso ela fica pendurada na parte de cima. Esse trilho pode ficar preso na parede ou no teto, mas para aguentar o peso não pode ser forro de gesso ou uma parede muito leve. Precisa ser uma laje ou parede de alvenaria, estrutural ou similar. Caso contrário, pode ser usada uma porta de correr, porém com o trilho de baixo para deixá-la apoiada.

porta-de-correr-pe91-madeiramadeiraPorta de correr sem trilho no chão – Clique para ver na loja.

Puxadores das portas de correr

Os puxadores das portas de correr, seja do tipo que fica saltado em relação à porta ou do tipo linear/embutido, devem ficar acessíveis mesmo quando a porta está aberta. Para isso, o pino que é colocado no trilho para travar a porta quando ela abre precisa ficar em um ponto que deixe a ponta da porta ainda aparente, sem ficar totalmente para trás da outra porta ou da parede.

Imagem de capa: Valley Wide Sliding Door

Quer receber nossas dicas por e-mail?  

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>