1770211-capa-tons

NÃO MISTURE OS 50 TONS DE CINZA

Aqui nós vamos falar dos tons de cinza mesmo, literalmente. Devem existir mais de 50 tonalidades diferentes da cor cinza, e elas não ficam bem quando misturadas indiscriminadamente.

O que é tonalidade de cor?

Cada cor é formada pela mistura de outras cores, a partir das cores primárias, que são o vermelho, o azul e o amarelo. A combinação do azul com o amarelo forma o verde, o vermelho com o amarelo forma o laranja, enquanto o vermelho com o azul resultam no roxo. Até aí tudo simples. Mas quando pegamos essas cores já misturadas, acrescentando também o preto e o branco, e começamos a misturá-las entre si, os resultados são infinitos, e é por isso que existem tantas cores diferentes em cada loja de tinta. Não existem limites. E a tonalidade é basicamente a tendência da mistura de cores, ou seja, pra qual cor ali do meio que a mistura final acaba “puxando”.

Um determinado cinza, então, pode ser composto por branco, preto e um pouquinho de azul, enquanto outro cinza resultou da combinação de branco, preto e uma pitada de amarelo. Isso faz o primeiro cinza ser mais azulado e o segundo mais amarelado, embora essa diferença seja sutil.

Por que misturar tonalidades não funciona?

A resposta curta é que não combina. A explicação de por quê não combina, conforme citado no post “Como Criar o Efeito Tom Sobre Tom“, é que cores muito parecidas mas que não são iguais criam uma sensação desconfortável, como se fosse um quadro levemente torto. Você olha para elas, sente que era para elas serem iguais, e fica esperando que alguma delas mude, mesmo que inconscientemente.

cinza em tons diferentes

Quais misturas de cinza posso fazer?

Para misturar cinzas diferentes, então, assim como acontece com qualquer outra cor, basta usar cinzas mais claros e mais escuros dentro da mesma tonalidade. Ou seja, aquele cinza mais amarelado tem a sua versão mais clara e a versão mais escura, embora sejam os dois igualmente amarelados. Para perceber essa similaridade é preciso ter uma percepção relativamente sensível nesse sentido, porque os objetos não vêm com a descrição das cores que compõem a sua própria cor, como 50% branco + 25% preto + 15% azul + 10% amarelo, por exemplo.

vários cinza no mesmo tom

Não consigo ver a diferença de tons, o que eu faço?

Essa percepção de tonalidades é como ter bom ouvido para música e conseguir perceber quando algo está afinado ou desafinado. Um músico normalmente sabe, mas não todo mundo. Da mesma forma, um arquiteto precisa saber diferenciar os tons das cores para fazer um bom trabalho. Então a solução é contratar um profissional. Se não for contratado, o jeito é não tentar misturar, colocando um objeto na frente do outro para ver se um cinza é igual ao outro, ou então, no máximo, usar um cinza completamente diferente do outro no sentido de ser um extremamente claro e o outro extremamente escuro. Essa opção reduz a sensação de incômodo se as tonalidades forem diferentes, embora não seja a ideal.

Clique aqui para conhecer o “Curso de Decoração” da Cursos 24h, que ensina proporção, distribuição, como decorar imóveis próprios e alugados, como organizar reformas, quais são as cores e móveis mais adequados para cada cômodo e muito mais.

Imagens: Pixabay

Quer receber nossas dicas por e-mail?  

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>