DICAS DE ILUMINAÇÃO POR AMBIENTE

Uma boa iluminação significa conforto e eficiência. Já uma iluminação mal planejada é capaz de desvalorizar e prejudicar o funcionamento dos espaços.

Portanto, vale seguir algumas dicas na hora de pensar na posição dos pontos de luz, no tipo de luminária e na cor da luz utilizada. Confira  a seguir algumas dicas de iluminação de acordo com as necessidades específicas de cada ambiente.

Iluminação da sala:

A sala é um espaço normalmente multifuncional. Em um momento é hora de ver TV, em outro ela é o espaço de comer, e em seguida é o local para receber visitas. Às vezes é tudo isso ao mesmo tempo. O ideal, então, é setorizar os pontos de iluminação, destacando os móveis e regiões principais separadamente, para que eles possam ser acionados separadamente ou em conjunto.

Dicas de iluminação sala - pixabay 389264

Sendo assim, o móvel da TV pode receber uma iluminação indireta, que não ofusque a vista das pessoas nem reflita na tela. Já a sala de jantar fica legal com uma luminária que dê destaque e luminosidade à mesa. Esse destaque pode ser feito de maneira mais intimista através do uso de um pendente ou então de forma mais clean, gerando amplitude, com a luz embutida no forro, por exemplo.

A cor da luz pode ser amarela ou branca, dependendo da intenção que se deseja criar. A luz branca é mais fria e a amarela mais aconchegante, no geral. E algumas paredes podem ganhar destaque através da iluminação, especialmente se tiverem enfeites ou revestimentos diferenciados. Assim a sala fica com o visual valorizado.

Iluminação da cozinha:

A cozinha é um local de trabalho, a princípio. Mas também pode ser considerado um ambiente da área social, especialmente quando aberta para a sala. Nessa situação, é interessante que a iluminação da cozinha acompanhe a da sala, para permanecer integrada e valorizada. Se a sala tiver luzes brancas, a cozinha terá então, prioritariamente, luzes brancas. E se a sala tiver luz amarela, a luz geral da cozinha deverá ser também amarela.

Dicas de iluminação cozinha - pixabay 1687256

Quanto à funcionalidade, porém, as luzes brancas funcionam melhor na cozinha. Isso porque as luzes brancas deixam os objetos mais nítidos e aumentam a concentração. Uma questão importante na hora de cortar alimentos, por exemplo. Então vale a pena iluminar bem a área da bancada, com luzes brancas pelo menos ali. Já a luz geral pode ser mais suave.

Iluminação do banheiro:

No banheiro, o espaço costuma ser reduzido porém as necessidades também são variadas. É interessante ter uma luz geral e outra mais focada próxima ao espelho, para fazer a barba ou retocar a maquiagem, por exemplo. E se possível ter mais um ponto que ilumine bem a região do chuveiro. Caso não exista um ponto específico para essa função, é possível improvisar com uma luminária do tipo spot, que direcione uma lâmpada para o meio do banheiro e a outra para o box. As luzes do banheiro devem ser preferencialmente brancas, caso se queira maior eficiência e visibilidade.

Dicas de iluminação banheiro

Iluminação do escritório:

No escritório, a prioridade é privilegiar o trabalho. Deve existir uma boa iluminação próxima à região da escrivaninha, mas sem ofuscar a tela do computador, se houver, nem a vista de quem está trabalhando. Isso se aplica à luminosidade artificial, vinda das luminárias, e também à luz natural, que vem das janelas. Podem ser usadas luminárias no teto ou então luminárias de mesa, que possam ser acionadas separadamente. E a iluminação geral, principalmente se o ambiente for pequeno, pode dar conta do recado sozinha.

Mas nada impede a criação de uma ambientação mais nobre, que deixe o espaço mais convidativo, estimulando a permanência no espaço. O ideal é misturar uma iluminação mais eficiente, de luzes mais fortes, com pontos de luz mais suaves, criando um certo equilíbrio. Assim o trabalho é estimulado, porém de maneira mais agradável.

Iluminação do quarto:

No quarto a iluminação deve gerar uma ambientação mais intimista e aconchegante. O quarto não precisa necessariamente de uma iluminação geral, e sim de pontos específicos próximos às mesas de cabeceira e dos armários, preferencialmente. E se houver uma luz geral, ela pode não ser tão forte, para ser usada em conjunto com as outras luminárias. Isso deixa o visual diferenciado e integra todo o ambiente.

Dicas de iluminação quarto

A iluminação indireta favorece esse ar intimista, assim como as luzes focadas. Esses recursos fazem com que até mesmo a luz branca fique mais aconchegante, permitindo a livre escolha de acordo com o gosto de cada um.

Vídeo com dicas de iluminação

Veja no vídeo abaixo as dicas de iluminação para cada ambiente da casa:

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

24 thoughts on “DICAS DE ILUMINAÇÃO POR AMBIENTE”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *