DICAS PARA O JARDIM DE INVERNO

Um jardim de inverno é considerado, atualmente, qualquer área com plantas que fique diretamente ligada ao corpo da casa, normalmente sendo uma pequena área descoberta próxima do muro ou até no meio da construção.

Originalmente, o termo se referia a pequenos quintais com plantas que pudessem ser usados na época do inverno, quando estivesse muito frio para usar os espaços totalmente abertos. Eles eram então cobertos com vidro, como se fossem estufas.

jardim de inverno 1 - wikipediaImagem: Wikipedia

Vantagens de ter um jardim de inverno

De qualquer forma, tendo uma cobertura translúcida, um pergolado ou sendo descoberto, a principal vantagem de ter um jardim de inverno dentro de casa é aumentar a ventilação e a iluminação, principalmente se ele for posicionado estrategicamente para isso. Em terrenos muito estreitos, pode ser interessante interromper a parte que fica encostada no muro com um jardim de inverno, permitindo assim a criação de aberturas e janelas onde só existiriam paredes fechadas, de outra forma.

jardim de inverno 5 - jornal o liderImagem: Jornal O Líder

Os jardins internos fechados, aos quais muitos se referem também como jardins de inverno, como os que são feito no espaço debaixo da escada, por exemplo, não oferecem essas vantagens, mas pelo menos garantem certo contato com as plantas, aumentando a sensação de bem-estar dos ambientes. (Ver também: “Jardim Debaixo da Escada“)

Plantas adequadas para o jardim de inverno

O que sempre deve ser analisado na hora de escolher os tipos de plantas que iremos usar é a quantidade de sol ou luz que elas irão receber, assim como a intensidade dos ventos do local. Algumas gostam mais de sombra, enquanto outras precisam de muita luz ou suportam bem as duas situações. Veja mais sobre tipos de plantas aqui.

jardim de inverno 2 - dekris designImagem: Dekris Design

Em locais sem escoamento de água, como drenos ou ralos, é preciso usar plantas somente em vasos, que sejam regadas manualmente, mas se for possível preparar a área para que o piso fique impermeabilizado, com escoamento adequado da água, ou até diretamente no solo, as plantas podem ser colocadas diretamente no chão, com terra ou gramado. Para que a área seja gramada, no entanto, é preciso que a luz do sol bata no chão por pelo menos uma parte do dia, caso contrário a grama provavelmente não irá sobreviver.

Revestimentos das paredes no jardim de inverno

Caso existam paredes a serem revestidas, o que não acontece no caso de jardins centrais cercados por vidro, é interessante usar materiais rústicos que salientem o aspecto natural dessa área. Uma alternativa muito usada são os revestimentos de pedra ou de tijolos, que chamam a atenção para o jardim e com isso fazem com que ele fique mais valorizado.

jardim de inverno 4 - arkpadImagem: Arkpad

De maneira geral, se existirem 3 paredes fechadas e apenas uma aberta, é interessante revestir com um material diferenciado apenas a parede do fundo, que fique de frente para o vidro, para criar sensação de profundidade ao puxar a atenção somente para essa parte, e deixar as outras duas somente com pintura, bem discretas e com cores que contrastem com o tom da pedra utilizada. Caso existam duas paredes a serem revestidas, apenas, com o restante em vidro, aí sim fica legal revestir as duas com o mesmo material, de preferência com esse aspecto mais chamativo, para assumir o jardim como sendo de canto mesmo, e deixá-lo mais aconchegante.

jardim de inverno 3 - joel sanders architectImagem: Joel Sanders Architect

Se existir contato da parede com a terra, não é aconselhável usar materiais que sejam muito claros, como tintas, texturas ou pedras brancas por exemplo, pois eles podem ficar manchados mais rapidamente.

Iluminação do jardim de inverno

Os dois principais pontos a serem lembrados na hora de pensar na iluminação do jardim de inverno são: Destacar as plantas ou a(s) parede(s) do fundo, e não ofuscar a vista. Para conseguir isso podem ser usadas arandelas na parede, contanto que sejam modelos que escondam as lâmpadas, ou então spots no piso, voltados para a parede do fundo ou para as plantas, de maneira a ficarem de costas ou de lado para os ambientes internos, ou seja, evitando que o foco de luz fique de  frente para as pessoas que estão dentro de casa e olhando para o jardim. Se forem usados spots diretamente no piso, é possível colocar as plantas entre as luminárias e nosso campo de visão, para esconder o foco direto de luz e assim impedir que o jardim incomode ao invés de agradar, especialmente se ele estiver em algum local de maior permanência, como quartos ou salas.

Imagem de capa: Home Designing

Cursos e e-books que você pode gostar:
Veja também:

14 comentários em “DICAS PARA O JARDIM DE INVERNO”

  1. bom dia, quero fazer um “jardim de inverno”na minha garagem num canto próximo ao muro. Se optar por quebrar o piso, preciso fazer algum sistema de escoamento da água? ou as plantas podem ser plantadas direto no chão e água vai para subterrâneo?

    1. Bom dia, Elisangela! Se for retirado totalmente o piso, deixando apenas a terra, as plantas podem ser plantadas diretamente sim. Nesse caso é preciso apenas tomar cuidado para que o contorno desse piso seja mais alto, com um degrau, para que no caso de chuvas não entre lama dentro da garagem. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *